jusbrasil.com.br
15 de Junho de 2021

Modelo de Contrato de União Estável

Guilherme Bianchini de Oliveira, Advogado
há 2 anos
Modelo de Contrato de União Estável.docx
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

CONTRATO DE UNIÃO ESTÁVEL

Por este instrumento particular de Contrato de União Estável de convivência duradoura, pública e contínua, consoante a Lei nº 9.278, de 10 de maio de 1996 (que regula o § 3º do artigo226 da Constituição Federal), os abaixo firmadosXXXXXXX, brasileiro, divorciado, aposentado, portador da carteira de identidade nº xxxx expedida pelo xxxx/xx, inscrito no CPF sob o nº xxx. Xxx. Xxx-xx e XXXXXXXXXXX, brasileira, solteira, costureira, portadora da carteira de identidade nº xxxx expedida pelo xxx/xx, inscrita no CPF sob o nº xxx. Xxx. Xxx-xx, ambos residentes e domiciliados na Rua xxxxx, nº xxx, xxxxx, cidade/UF, acordam por mútua convenção nos termos da Lei o que segue:

CLÁUSULA PRIMEIRA – OS CONVIVENTES vivem sob o mesmo teto desde ___ do ano de ___, como marido e mulher, comprometendo-se ambos, durante a convivência, ao respeito, à consideração, à assistência moral, a uma dedicação mútua e esforço em comum no sentido de atingir a harmonia necessária ao bem-estar que o aconchego do lar lhes poderá oferecer.

CLÁUSULA SEGUNDA – Que o tempo de duração do presente contrato é indeterminado, sendo que durante a vigência da convivência, ambos os CONVIVENTES deverão observar respeito e dignidade, um para com o outro, bem como a observância de todos os afazeres e cuidados exigidos para uma sólida e perfeita convivência.

CLÁUSULA TERCEIRA Que no tempo de duração deste contrato o regime adotado é o da comunhão parcial de bens, ou seja, todos e quaisquer bens móveis ou imóveis, direitos e rendimentos, adquiridos por qualquer dos CONVIVENTES durante a vigência do presente contrato pertencerão a ambos.

CLÁUSULA QUARTA – Que as causas de extinção do presente contrato podem ser: por resolução involuntária (força maior ou caso fortuito); por resilição unilateral ou bilateral (por simples declaração de uma ou de ambas as partes); por rescisão unilateral ou bilateral (quando há lesão às cláusulas de convivência expressas na cláusula primeira); e, finalmente, pela cessação (no caso de morte de uma das partes ou de ambas).

CLÁUSULA QUINTA – Fica eleito o foro da Cidade de XXXX/UF, para dirimir dúvidas porventura vinculadas ao presente instrumento.

E por assim estarem justos e contratados, firmam este instrumento particular o qual assinamos perante duas testemunhas.

Local e data

_________________________________________

XXXXXXXXXXXXXX

_________________________________________

XXXXXXXXXXXX

Testemunhas:

____________________________________

____________________________________

Gostou do Texto? Essas informações foram relevantes a você?

Compartilhe com seus amigos.

guilherme-bianchini@outlook.com

Guilherme Bianchini de Oliveira - OAB/PR 94168

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito bom simples e direto Gostei continuar lendo